Páginas

terça-feira, 21 de maio de 2013

Resenha: “Reencontro”, por Leila Krünger

Autora: Leila Krünger
ISBN: 9788576795339
Páginas: 496
Editora: Novo Século
Ano da edição: 2011
Avaliação: 4 estrelas
Sinopse:
"Está bem no fundo. Não se pode alcançar... aos poucos, vai roubando o ar.” Ana Luiza vai perdendo seu fôlego: o fim de (mais) um grande amor, um pai distante, uma mãe fútil, uma amizade complexa e "pessoas que sempre vão embora". Com suas músicas de rock, seus livros e seus cigarros, Ana Luiza vê sua vida desmoronar. "O amor é uma ferida”, ela sentencia. Mas a “garota de olhar longínquo” tem um encontro inesperado com um alguém aparentemente muito diferente dela: os “olhos imensos”, que tudo veem... Presa em seu próprio mundo e rendida ao álcool e às drogas, Ana Luiza tenta fugir. Principalmente do temido amor, que tanto a feriu... Como encontrar, ou reencontrar o próprio destino? Até onde o amor pode ir, até quando pode esperar? O que há além das baladas de rock e dos poemas românticos? Poderá o amor salvar alguém de sua própria escuridão? Às vezes, é necessário perder quase tudo para reencontrar... e finalmente poder amar.

Resenha de literatura brasileira, enfim!

Li “Reencontro” em 4 dias, logo, foi um dos livros mais rápidos que li em 2013 (e olha que o livro tem quase 500 páginas!). Um dos fatores que me fez lê-lo rapidamente é porque a personagem principal, Ana Luiza, é estudante de Odontologia (que todos chamam apensas de “odonto”) da PUC-RS. Sendo assim, tanto ela quanto eu estamos inseridas no ambiente universitário.

Ana Luiza é uma personagem muito triste, devido a todas as decepções pelas quais já passou. Ela não é perseverante, tem pouca esperança com relação a tudo e vejo que o modo de escape para isso é ela viver ao estilo sexo, drogas & rock’n’roll.

Entretanto, na faculdade ela se torna amiga de Fernanda, carinhosamente chamada de Nanda. A Nanda tem gostos parecidos com a Ana Luiza, mas a primeira é mais consciente das consequências de certas atitudes e quando vê que a Ana Luiza está com problemas, sempre tenta ajudá-la.

Para fechar o circulo de amizades de Ana Luiza, chega um novo estudante vindo de transferência, o Rafa! Ele é um amor de pessoa, um fofo! A personalidade dele é diferente das outras duas, mas eles até que formam um belo trio. Ele é cantor, então, mais um ponto que proporciona contato do leitor com a música. Digo isso porque no início de todos os capítulos tem um excerto de uma música ou um poema! É muito legal!

Uma rede social muito citada no livro é o Orkut! Pois é, a maioria das pessoas nem o utiliza mais. Só que a história de “Reencontro” se passa em meados dos anos 2000, logo, a época em que todo muito tinha conta lá. Foi interessante observar a personagem acessando o site, lembrar que eu também fazia o mesmo, rs

A escrita da Leila Krünger é ótima! Foi um dos motivos de eu ter amado o livro! Tem um quê de poético e é demais!  A Ana Luiza também é bem filósofa, quando responde algo, a maioria das vezes é de forma vaga, não muito direta, com uso de metáforas e citando músicas, trechos de livros e frases de personalidades importante.

A única coisa que não gostei do livro, foi o, digamos, “outro lado da Ana Luiza”. Eu entendo que ela mantivesse fortes mágoas e perdas, e logo, isso a fazia ser quem ela era. Mas as coisas poderiam ter acontecido mais rápido se ela tivesse sido verdadeira com ela mesma. Poderia ter evitado graves problemas.

Enfim, Reencontro é um livro ótimo! A explicação do título do livro também (e claro que eu não vou falar o porquê para vocês, rs)! Além disso, se passa no Rio Grande do Sul, o que é maravilhoso! Recomendo para todos que gostam de literatura, ainda mais nacional! Até porque, como viram, há personagem de diversas personalidades e muito provavelmente o leitor se identificará com algum deles.

7149C[1]

Para finalizar, gostaria muitíssimo de agradecer ao André Luiz, do blog Viajando nos Livros por ter disponibilizado o livro através do Book Tour! Quero pedir as mais sinceras desculpas pela transtorno que causei. Desculpa, mesmo, viu? Espero que você entenda.

Um grande abraço, e, novamente, obrigada pelo empréstimo e me desculpe.

 

 

:*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade de deixar um comentário. Só cuidado com a forma de se expressar, nada de ofensas! Sua participação é muito importante no "Ler é Conhecer", ;)!