Páginas

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Resenha: “Cidade dos Ossos” – Os Instrumentos Mortais #1, por Cassandra Clare

Ca

Título original: “City of Bones”
Autora: Cassandra Clare
ISBN: 9788501087140
Páginas: 459
Editora: Galera Record
Ano: 2010
Avaliação: 5 estrelas
Sinopse:
Um mundo oculto está prestes a ser revelado... Quando Clary decide ir a Nova York se divertir numa discoteca, nunca poderia imaginar que testemunharia um assassinato - muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras. Clary sabe que deve chamar a polícia, mas é difícil explicar um assassinato quando o corpo desaparece e os assassinos são invisíveis para todos, menos para ela. Tão surpresa quanto assustada, Clary aceita ouvir o que os jovens têm a dizer... Uma tribo de guerreiros secreta dedicada a libertar a terra de demônios, os Caçadores das Sombras têm uma missão em nosso mundo, e Clary pode já estar mais envolvida na história do que gostaria.

Oh, well: A primeira resenha depois desse pequeno hiatus do blog não poderia ser de um livro melhor. “Cidade dos Ossos” é mais um daqueles livros que estão no meu “vou ler” há um ou dois anos, e só agora tive a oportunidade de ler. Isso, claro, graças ao maravi-lindo Livro Viajante, dessa vez disponibilizado pela Patrícia Nedina (OBS.: Obrigada pelo prazo a mais).

Confesso que demorei a engrenar a leitura, a entrar no Mundo das Sombras. Era estranho, parecia muita brisa e viajado por demais. Porém, em meados da página 100 a leitura fluiu. No final, eu já não conseguia mais largar o livro, de tão bom que estava. Pode soar como uma ofensa ou um desgosto em relação ao livro, mas a narração parece uma novela mexicana. Ou, melhor, assemelha-se com a estrutura daqueles livros que antes de serem publicados eram folhetins – aqueles do Romantismo, como “Memórias de Um Sargento de Milícias” ou “A Moreninha”. Isso porque sempre é deixado um suspense para o próximo capítulo. Portanto, não é uma crítica depreciativa. É um fato que faz com que o leitor queria ler mais e mais.

Os personagens são cativantes. A Clary não sabe o quão bonita é (como o Jace disse em uma parte do livro), e também é sincera; principalmente quando há um conflito. O Simon, melhor amigo da Clary, é um nerd, e eu gostei dele. Mas, ele demora muito para agir com relação aos assuntos do coração, e isso atrapalha a própria felicidade dele. Já o Jace, é um badboy que me cativou! <3 Ele é forte, apesar de todos os dramas pelos quais já passou. E, claro, ele é ~suspiros~ liiindo! Os irmãos Lightwood, Isabelle e Alec, são um pouco chatos, contudo, no decorrer da história, eles vão evoluindo. A Isabelle tem uma personalidade forte, e o Alec guarda um certo segredo.

São diversas as criaturas que os Caçadores das Sombras combatem caso estejam desarmonizando o Mundo das Sombras. São elas: os demônios, vampiros, lobisomens, renegados (mundanos que receberam muitas marcar no corpo e se transformaram em criaturas grotescas, e que normalmente, vivem pouco, por conta do tormento de ser um renegado), feiticeiros, as bruxas, fadas, dentre outros. Uma, digamos, sociedade, que é importante na história, são os “Irmãos do Silêncio”. A forma como eles atuam, chega a assustar, mas são boas atitudes, atitudes necessárias.

Não vou falar muito sobre as partes misteriosas do livro, porque seria spoiler. Digamos que algumas árvores genealógicas me deixaram perplexas. Espero que não passem de engano, e que no próximo livro volte tudo ao normal… Quem sabe na resenha de “Cidade das Cinzas” eu não revele o que me deixou de queixo caído no primeiro livro?

“Cidade dos Ossos” é um livro muitíssimo recomendado, principalmente para quem curte fantasia, e aventura. Apesar de ter demorado para ler – por ser o último bimestre do ensino médio –, é um livro de leitura rápida, porque é empolgante. É uma mistura de aventura e romance adolescente, o que o também o torna divertido.

  • Adaptações CINEMATOFRÁFICAS

Eu sei que tem gente que não gosta de ler (e nem sei se alguém assim, estaria lendo o blog), e sei também, que tem gente que ama ler e prefere ler antes de ver o filme (= eu). Portanto, confiram o Trailer de “Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos”:

Curtiram? Eu achei parecido com o livro. BUT, o Jace da minha imaginação é bem mais bonito.

Até o próximo poost! =P

Um comentário:

  1. Hoje resolvi fuçar no blog depois de tempos sem aparecer. E me deparo com uma resenha de uma das minhas series favoritas *-* rsrs
    Eu não vou comentar sobre o livro, pq falar do Jace pra mim é muito dolorido. Eu me vi presa a historia do livro de tal forma que sonhava com Jace todas as noites. rsrsrs

    Sobre a adaptação. OMG!!! O meu JACE não é magrelo :(
    Vamos ver como o Jamie Campbell vai sair nessa atuação!

    Grande Bjo ^^

    ResponderExcluir

Fique à vontade de deixar um comentário. Só cuidado com a forma de se expressar, nada de ofensas! Sua participação é muito importante no "Ler é Conhecer", ;)!