Páginas

segunda-feira, 26 de março de 2012

Resenha: “Ela foi até o fim”, de Meg Cabot

Mais um livreto do Livro Viajante, do Círculo “O Melhor do Chick-Lit”!

Título original: “She went all the way”
Autora: Meg Cabot
ISBN: 9788501082671
Páginas: 399
Editora: Galera Record
Ano: 2010

Avaliação: 4 estrelas

Sinopse:
Uma roteirista de sucesso que já contribuiu para vários filmes de ação que renderam milhões de bilheteria - ela até ganhou um Oscar! O problema é que seu namorado, o grande astro do filme, resolveu trocá-la pela estrela principal! E agora Lou terá que provar que conseguirá passar por tudo para esquecê-lo e, no caminho, talvez até encontre o verdadeiro amor.

Vocês não fazem ideia da saudade que estava de ler Chick-lit! *-* Esse foi o primeiro do ano e também é o primeiro livro da Meg que resenho. Antes de “Ela foi até o fim”, já tinha lido outros dois da autora. O volume faz parte da escrita voltada mais para adultos – pois é, tenho 17 anos e sou adulta o suficiente para lê-lo (brincadeira, hahaha). Mas, essa faixa etária indicada para livros normalmente não tem importância depois dos 14.

Primeiramente, vou vamos ver um “heredograma” dos relacionamentos amoroso (ou não) dos personagens, pois quando eu comecei a leitura era difícil explicar para as outras pessoas. Mas, com essa imagem, creio que as coisas ficaram mais claras.

Heredograma

Entenderam? rs

Eu amei a personagem principal, a Lou. Me identifiquei muito com ela. É o tipo de mulher que está em escassez no mundo: uma mulher recatada e com valores. Não que ela seja puritana, mas na medida do possível, se controla – se é que entendem.

Obviamente, meus olhinhos também brilharam para o Jack. Minha gente! Que homem, HSUAHUSHUAUHS! Talvez tenha sido pela carência de Chick-Lit, mas ele me conquistou! Apensar de ser um – me desculpem o termo – galinha, pois já ficou com muitas divas de Hollywood, deu uma peninha por ele ter sido abandonado e senti uma forte emoção por muitos momentos ao longo do livro.

A relação entre Jack e Lou é bem explosiva. A Lou o odeia porque em um dos roteiros escritos por ela e interpretados por ele, Jack alterou uma das falas. De “É sempre divertido, até que alguém se machuca” para “Preciso de uma arma maior”, a qual ficou muito conhecida, um slogan do personagem. Isso deixou Lou furiosa.

Então, a partir do momento em que foram abandonados, eles compreendem um ao outro. Mas, ambos não querem dar o braço a torcer e nem se aproximar num momento de fragilidade emocional. Só que, tudo isso pode mudar quando Lou e Jack sofrem um acidente aéreo e ficam perdidos no Alaska.

No meio de todas essas situações, a única coisa que não gostei foi o mistério que a autora colocou. Quer dizer, o mistério foi muito legal, mas eu esperava mais. Pensei que o (a) culpado (a) fosse ser alguém mais significante e além disso, com um motivo mais plausível.

Recomendo o livro para todos os amantes de Chick-Lit e da Meg Cabot. Acima de tudo, para aqueles que querem ler algo mais relaxado e engraçado.

Mariana C. Mendes

12 comentários:

  1. Ola Mari!!!

    Ate hoje so li 1 livro da Meg que é Liberte meu coraçao. Posso dizer que o livro é maravilhoso e sim considero ele uma escrita bem adulta ate pq tem cenas inapropriadas para menores. :p
    Esse ainda nao li, mais quero ler todos os livros delas que eu conseguir.

    Como sempre amei sua resenha. Seu heredograma ficou otimo, consegui entender a bagunça dos sentimentos dos personagens.

    Continue brilhando *-*

    Bjim...

    ResponderExcluir
  2. Oi Mari! Enfim, nunca li nada da Meg Cabot (sim, até eu me envergonho disso) mas é muito por falta de tempo, nunca por falta de oportunidade. Espero que assim que as leituras pro vestibular aliviarem um pouco, eu consiga ler "Ela foi até o fim".

    Maaaaaas falando sobre tua resenha, adorei o heredograma! As relações do livro parecem mesmo um pouco confusas, mas acho que lendo dá pra entender, né?

    Adorei sua resenha! Tb tô morrendo de saudade de ler um chick-lit, não sei o que é uma leitura gostosa há muito tempo, rs... E vc ainda vem com uma resenha dessas p me deixar com + vontade? HAUAHSUAHSUAHSU

    Coninue assim! Beijão =*

    ResponderExcluir
  3. Oi, Mari!

    Gostei muito da sua resenha (em especial o "heredograma"! rsrs)!

    Simplesmente amo esse livro de paixão, foi o segundo que li da Meg (o primeiro foi Rainha da Fofoca) e realmente é um pouquinho mais "adulto".
    Amei a forma como a Meg construiu a relação entre a Lou e o Jack, mas nem vou escrever muito para não me empolgar e acabar soltando spoilers! rs

    Parabéns pela resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi Mari!

    Amei sua resenha! (Apesar de já ter lido o livro.)
    Mas sério, já faz tempo que eu li e lendo sua resenha, me deu uma extrema vontade de reler! Amo de paixão esse livro.
    A Meg faz uma mistura de literatura jovem com altas cenas (e que cenas, hehehe) que nos faz viajar por um mundo só nosso.
    Eu amo a Meg de paixão! Dos 40 e poucos livros que ela já escreveu (se não for mais), posso dizer que no máximo só NÃO li uns 4. Ela é minha diva forevermente! hehehe
    Recomendo muito a quem nunca leu ou a quem já leu alguns livros dela, que leia "Ela Foi Até o Fim". É um livro único (não pertence a uma série, coisa difícil de se ver com a Meg, já que quase todo livro dela tem uma continuação) e é uma história divina, para se dar altas risadas, se apaixonar pelos personagens (eu sempre tenho uma paixão platônica pelos personagens dos livros dela, sério... hahahaha), se imaginar na própria aventura!
    Não vou aguentar! Vou ter que ler de novo!
    hehehehehe
    E parabéns pelo blog, Mari!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Nunca tinha lido nenhuma resenha desse livro. Já tinha visto ele por aí (e achado a capa uma fofura!), mas nunca tinha parado para ler nada dele.
    Não sou muito chegada a chick-lit não pra falar a verdade, mas esse da Mg parece ser bem legal.
    Gostaria de ler no futuro. ^^
    Beijos.

    suzana_sabino@hotmail.com

    ResponderExcluir
  6. Esse é um dos livros que está na minha pilinha de desejados!
    Amo os livros da Meg,
    foi muito bom conhecê-la quando ela veio pra cá. *-*
    Uma das minhas autoras favoritas!
    Gostei da resenha e da ideia do heredograma! hahaha
    Sou nova por aqui e vou ficar acompanhando as novidades.

    Bjos,
    Verbologia Pink

    verbologiapink@gmail.com

    ResponderExcluir
  7. Oi, Mari!
    Eu acho a capa desse livro bem fofinha, mas nunca tive vontade de ler ele. AMO a Meg, acho que posso dizer que é a minha autora preferida <3 Já li 10 livros dela e adorei todos eles. Mas eu não sei dizer o porquê de "Ela foi até o fim" não ter chamado minha atenção, sabe? Acho que é porque eu não sabia do que a história trata.
    Ainda não tinha lido nenhuma resenha desse livro, mas agora fiquei curiosa pra saber como é um livro mais adultinho da Meg; um livro sem aquelas meninas mais ingênuas, sabe? A Lou não é assim, né? haha.
    Acabou de entrar pra minha [enorme] lista de desejados!

    Beijo!

    isabela@minati.com.br

    ResponderExcluir
  8. Eu sou super apaixonada por Meg Cabot, então qualquer coisa que ela assine, eu tenho vontade de ler! Mas esse livro em especial nunca me chamou muita atenção. Na verdade, eu pensei que esse fosse mais voltado para o público adolescente, mas os chick-lits mais adultos da Meg pra mim são os melhores.
    Já estou super ansiosa pra ler! Adorei a resenha!

    lopeslorraine@hotmail.com

    ResponderExcluir
  9. ESSE É UM DOS MEUS PREFERIDOS DA MEG! meu, sério. COMO EU AMO ESSE LIVRO (ota-se pelo caps lock e eu aqui gritando que nem doida no seu blog) mas ahhhhhhhh, HAHAHAHA. Ele é muito bom, né? Eu comecei a ler esperando assim, NADA dele, e me surpreendi. Awn, e a cena da cabana? Lindos :'( Já deu até vontade de ler de novo agora...

    Meu email pra promo dos marcadores: aneesobral@hotmail.com

    ps: meu, se eu não ganhar essa promo, pleeease, me conta onde você arranjou os marcadores? EU NECESSITO. DEMAIS.

    ResponderExcluir
  10. Ahhhh, adorei essa resenha!

    Achei muito boa a estória do livro, pode ser uma leitura muito interessante e divertida!

    Parabéns pelo blog flor!

    Beijos!

    Marcelle
    celle_cool@hotmail.com
    http://bestherapy.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Olá
    amei seu blog, estou seguindo
    Só li um livro da Meg e não gostei tanto como imaginava, talvez por ter criado muita expectativa, enfim, não sabia que esse livro era no estilo chick-lit , mas é bom saber que a protagonista não é uma louca ensandecida por homem shauhsuahushuah
    Quero muito ler
    bjos

    Jack do @Mybooklit
    jakinhaandrade@oi.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá, gostei muito da resenha acredito que a história seja bem envolvente e divertida.
    Fiquei curiosa pra saber mais sobre a relação dos dois que parece ser bem conturbada. Adorei a frase alterada pelo Jack, a Lou deve ter ficado maluca! hehe
    Até hoje não li livros da autora Meg Cabot, mas fiquei com muita vontade de ler esse!
    Beijokas :D

    Rafaela Almeida
    rafa.girl18@hotmail.com
    @raffa_almeida

    ResponderExcluir

Fique à vontade de deixar um comentário. Só cuidado com a forma de se expressar, nada de ofensas! Sua participação é muito importante no "Ler é Conhecer", ;)!