Páginas

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Resenha: “Querido John – O que você faria com um carta que mudasse tudo?”, de Nicholas Sparks

Título original:Dear John”
ISBN: 9788563219022
Páginas: 276
Editora: Novo Conceito
Tradutor: Patricia de Cia
Ano: 2010
Avaliação: 5 estrelas

O livro “Querido John”, de autoria de Nicholas Sparks narra a vida de John Tyree, um jovem soldado. Ele estava passando uma licença de duas semanas na cidade natal (Wilmington, Carolina do Norte – EUA), quando ele e Savannah se apaixonaram. John nunca pensou que fosse amar alguém de uma forma tão inesperada. Muito menos Savannah.

O relacionamento começou após John pular no mar para buscar a bolsa de Savannah, uma garota morena que ele nem conhecia. Em seguida, ele foi convidado para ir à casa de praia onde ela e muitos outros jovens estavam hospedados para ajudar a instituição “Habitat para a humanidade”, construindo casas durante o verão. Depois desse dia, eles se tornaram inseparáveis.

Ambos carregam histórias de vida cheias de emoção que refletem em quem são. O pai de John é diferente. Ele é anti-sociável, e o único assunto que sobre o qual consegue conversar normalmente é sobre moedas. Ele tem uma coleção enorme. Além disso, ele tem uma rotina: Todo dia saí de casa às 07:35, e o dia segue sempre com o horário programado. O mais interessante disso tudo, é que ele conseguiu criar John sozinho, e nunca teve outra mulher. Bem, a mãe de John foi embora depois que ele nasceu, e ele não nunca teve vontade de conhecê-la. John foi um adolescente rebelde, e após perceber que sua vida estava estagnada, entrou para as forças armadas americanas.

Savannah é uma garota de 21 anos que estuda Educação Especial na Universidade da Carolina do Norte. Ela é escolheu esse curso, pois o irmão de Tim (um amigo de infância), Allan tem Autismo e ninguém entendia muito bem o menino. Os pais dela já ajudavam no “Habitat para a humanidade”, e essa foi a primeira vez que ela estava sem eles ajudando a instituição.

John volta para a Alemanha, para cumprir o período de alistamento. Durante esse tempo, ele e Savannah trocam cartas e telefonemas. É o ano de 2001, e um acontecimento terrível irá mudar o destino de ambos. Alguns meses se passam, e a pergunta do subtítulo faz sentido: “o que você faria com uma carta que mudasse tudo?”.

Todas as reviravoltas do livro ocorreram por sucessões de erros. Apesar disso, John Tyree foi O exemplo de altruísta. Ele podia não ter ajudado com a doação, e deixado o destino, enfim, conspirar para o próprio bem. Mas, ele não fez isso. Fez a felicidade dos outros sem receber nada em troca.

Nunca pensei que fosse chorar tanto depois de ler “Querido John”. Chorei muito em “Cinderela Chinesa”, mas lá a Adeline poderia mudar a história dela, tornar o futuro diferente. Aqui não, eles já tinham mais de 25 anos, e depois da decisão que Savannah tomou, e posteriormente John, nada mais poderia ser feito.

Recomendo o livro para todos que gostam de histórias românticas, pois o amor de Savannah e John é mais que lindo! O desfecho é surpreende. Quem é manteiga derretida irá chorar! Mas, quem não gosta de finais não-clichês, não deve ler esse livro.

Enfim, depois de ler “Querido John”, estou louca para rever o filme, que já havia visto antes de ler. Vou logo avisando que há partes diferentes, mas isso é assunto para outro post, onde irei comprar o filme x o livro.

O Autor

  • Nicholas Sparks é o renomado autor de vários best-sellers, como “Diário de uma Paixão”, “Um Amor para Recordar”, “A última música”, e muitos desses sucessos foram adaptados para o cinema.
  • “Querido John” foi o primeiro livro que li do autor e não deixou a desejar. É maravilhoso, apesar de também ser triste.

 

7 comentários:

  1. Oii Mariana, tudo bem?

    Nossa, eu amo a historia desse livro, mas prefiro o filme! Achei o final melhor!

    Mas ah, tudo que Nicholas Sparks escreve é bom! Pelo menos ate hoje gostei de todos os livros dele.

    Aqui, tem selinhos e memes pra você lá no blog!

    http://huntersculture.blogspot.com/2011/12/selinhos-e-memes.html

    Beijosss

    Lana
    Hunters Culture

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pelos selinhos, Lana!
    Você estava um pouco sumida, D:!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li este livro , mas agora em 2012 pretendo ler !
    Já vi o filme , e se o livro for parecido com o filme , já sei que vou adorar !

    ResponderExcluir
  4. Estou 'in love' com esse livro e com o filme desde quando conheci... uns 3meses.

    Apesar de não ser meu genero literario, a historia me ganhou pelo filme, q acho uma excelente adaptação.

    Só o final é exatamente como eu gosto: surpreendente.
    =*

    ResponderExcluir
  5. Eu achei o livro meio clichê :/ Sei lá, o jeito instantâneo com que eles se apaixonaram e tudo o mais. Mas vale a pena ler por causa do relacionamento do John com o pai. O jeito com que o autor abordou o assunto foi muito emocionante, eu gostei bastante. Não é um dos livros que eu mais gostei, mas é uma leitura interessante.

    ResponderExcluir
  6. Lembro que Querido John foi um dos primeiros livros que li quando comecei a me apaixonar por livros. É uma leitura gostosa, mas o fato do autor sempre (eu disse SEMPRE) usar a mesma base (um casal apaixonado, algo que impede os dois de ficarem juntos e alguma morte no meio) em todos os livros dele me incomoda bastante, o que me impediu de comprar qualquer outro livro dele. Mas apesar de ser um pouco clichê, é um livro bom e não me arrependo de ter lido.

    Ps: conheci o blog agora e adorei, tá de parabéns :D

    ResponderExcluir
  7. Eu realmente gosto muito dos livros do Sparks, não considero esse o mais emocionante, mais sem duvidas é um dos meus favoritos!

    ResponderExcluir

Fique à vontade de deixar um comentário. Só cuidado com a forma de se expressar, nada de ofensas! Sua participação é muito importante no "Ler é Conhecer", ;)!