Páginas

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Resenha: "Sushi" de Marian Keyes


Título Original: Sushi for Beginners
ISBN:
Páginas: 560
Editora: BestBolso
Tradutora: Heloísa Maria Leal
Avaliação: 4 estrelas
O livro "Sushi" (Sushi for Beginners), de Marian Keyes narra a história de três mulheres: Lisa, Ashling e Clodagh.
A autora, Marian Keyes nasceu em Limerick, na Irlanda em 1963. Formou-se em direito, nunca exerceu a profissão e trabalhou em alguns escritórios. Passou por problemas com álcool, mas conseguiu superá-los. Hoje é uma escritora muito famosa no gênero chick lit.
Lisa Edwards é inglesa e editora da nova revista Colleen, do grupo Randolph Media. Ex-editora da Femme na Inglaterra, acabou sendo transferida para a Irlanda, o que deixou-a decepcionada, pois o próximo passo na carreira dela seria redatora-chefe da Manhattan em Nova Iorque.
Ashling Kennedy é irlandesa e foi demitida há pouco tempo da revista Woman's Place, mas já tem um novo emprego como editora assistente na Colleen. Tem uma amizade muito grande com os vizinhos: a Joy e o Ted, que é humorista.
Clodagh Kelly, também irlandesa, é a melhor amiga de Ashling. É casada com Dylan, têm dois filhos: Molly e Craig. A vida dela anda meio estagnada, pois mantem a mesma rotina: cuidar dos filhos a maior parte do tempo. E isso está começando a incomodá-la, fazendo-a ficar deprimida.
A vida das três se conecta, mas o vínculo maior não será somente pela relação de chefia Lisa-Ashling e nem a melhor amizade Ashling-Clodagh, haverá muito mais que isso, o que resultará em um colapso nervoso.
"Colapso nervoso", esse deveria ser o título do livro. O original "Sushi for Beginners" (PT: Sushi para iniciantes) encaixa-se bem, mas a parte do sushi, ou melhor, as partes, não são as mais significativas. Inclusive, colapso nervosos é citado no prólogo mostrando a importância dessa parte.
Gostei muito do livro e nunca imaginei que uma das personagens fosse fazer o fez. Foi surpreendente e C-H-O-C-A-N-T-E-! A personagem que eu mais gostei foi a Ashling, ela é um doce de pessoa! Enfim, todas as personagens sofrem algum trauma, que depois, as torna pessoas melhores.

5 comentários:

  1. Alô, Mariana!
    Legal que você tenha resolvido criar um blog! Seja bem-vinda à blogosfera literária, e saiba que você vai encontrar um bando de gente boa, haha. Se precisar de alguma coisa, estamos todos aí!

    Quanto ao livro: Chicklit e YA não são exatamente os meus gêneros favoritos, e por essa razão não me atraem os títulos de Marian Keyes. Contudo, é inegável que muita gente tem gostado e muito do que ela escreve! Posso estar dizendo besteira, porque nunca li nada da autora, mas provavelmente se trata de uma literatura leve, tranquila e engraçada... Infelizmente, eu tenho procurado justamente o estilo oposto: leituras reflexivas, sérias e lentas, haha.

    Sucesso com o blog! Seguindo você, já!

    =*
    http://livrosletrasemetas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. É, os livros dela são para relaxar e pelo que você disse, não são mesmo a sua cara... Mas, as vezes é bom um livro desse para mudar um pouco o estilo.

    Obrigada por segui o blog!

    Visitei o seu blog também e achei bem interessante e estou seguindo-o!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Eu estou no comecinho do livro ainda e conheço apenas a Lisa!
    Mas você me deixou com mais vontade de continuar a ler!
    Parece ser ótimo e estou curiosa para saber sobre o colapso nervoso e o que a personagem fez de tão chocante! rsrs

    Beijosss

    Lana
    HUnters CUlture

    ResponderExcluir
  4. O único da Keys que eu li for Melancia - e, apesar de ser legalzinho, é meio chato em algumas partes (muitas delas, na verdae). Isso me desanimou a ler outros livros da autora. Mas eu sou muito viciada em chick lit e talvez eu pegue outros dela pra ler. Vou começar por Sushi... :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, "Sushi" é muito bom. Maaas, "Férias", é ótimo - entrou até para os meus favoritos, *-*! É a "continuação" de "Melancia", mas com outra irmã Walsh, a Rachel. A Marian aborda os vícios da protagonista: o álcool e as drogas. É bem interessante o modo que ela coloca o vício x o jeito que o víciado vê.

      Beijos!

      Excluir

Fique à vontade de deixar um comentário. Só cuidado com a forma de se expressar, nada de ofensas! Sua participação é muito importante no "Ler é Conhecer", ;)!