Páginas

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

“Derby Girl”, por Shauna Cross | RESENHA

Título: Derby Girl
Autora: Shauna Cross
Tradutora: Alda Lima
Editora: Galera Record
Ano da edição:
2009
Páginas: 240
Título Original: Whip It
Primera Edição: 2007

País: Estados Unidos
ISBN:
9788501086396
Avaliação: ☺☺☺☻☻

Há uns 8 ou 6 anos atrás foi a primeira vez que ouvi falar de Derby Girl no blog Garota It… que nem existe mais! – aqui faço um parêntesis pra quem não é dessa época da blogosfera literária: esse era o blog da Pãm Gonçalves, que hoje é uma das maiores booktoubers do Brasil! Isso foi bem naquela época de começo da minha adolescência em que eu lia muitos livros da Galera Record!

Eu sempre quis ler Derby Girl porque o livro põe em foco o esporte Roller Derby. Mas afinal, o que é Roller Derby? É um esporte sobre patins que

é praticado em uma pista oval, cada time com cinco jogadoras. Uma dessas jogadoras é a atacante e as outras quatro bloqueadoras. O objetivo é a atacante dar o maior número de voltas na pista, ultrapassando o maior número de adversárias e marcando pontos para a sua equipe. (FIGUEIRA apud OLIVEIRA, 2014).

No Brasil, o esporte é pouco conhecido… Recomendo que deem uma olhada na página do Roller Derby Brasil e na página do Brasileirão de Roller Derby – inclusive, uma das minhas metas para 2017 é ir a uma partida! Ah, e também tem o grupo Roller Derby – USP pra quem for estudante do Uspício! :P

Enfim, em 2016 eu finalmente tive a oportunidade de ler o livro porque, passeando pela 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo com a minha amiga Jéssica Maria, encontrei Derby Girl em uma banquinha e claro, era agora ou nunca: comprei o livro!

Vocês podem perceber que tinha uma expectativa quanto a este livro, mas antes de contar se o livro atendeu às minhas expectativas ou não, vou contar um pouco da sinopse para vocês!

Derby Girl é narrado em primeira pessoa pela protagonista Bliss Cavendar: uma adolescente de 16 anos, fã de indie rock e que vive na cidade de Bodeen, localizada no interior do Texas (EUA). A mãe de Bliss é viciada em concursos de beleza e o seu sonho é que Bliss também leve a coroa de Miss Bodeen, mantendo o legado da família: tanto a mãe quanto a avô de Bliss já foram coradas Miss Bodeen. Entretanto, Bliss não se enquadra nenhum pouco no esteriótipo de Miss. Ela se sente sufocada nesse ambiente e não vê a hora de dar o fora dessa cidadezinha do Texas.

Um dia, fazendo compras com a mãe, Bliss vê um panfleto sobre Roller Derby e ela não tem dúvida: deve ir assistir a uma partida acompanhada da melhor amiga, Pash! A partir daí a vida de Bliss muda completamente e passa ela a levar uma vida dupla: ora a futura Miss Bodeen, ora Babe Ruthless, a melhor atacante dessa temporada de Roller Derby.

O campeonato acontece na capital do Texas, Austin. É nessa cidade também que acontece o Festival SXSW (South by Southwest Conference & Festivals), o qual é citado brevemente em Derby Girl. Vou comentar mais sobre este festival na resenha de Mas Você Vai Sozinha? da Gaía Passarelli.

Bom, mas voltando à Derby Girl, infelizmente o livro não correspondeu às minhas expectativas. Pra começar, a Bliss é uma protagonista chata, muito mimada… faz tudo do jeito que quer e está sempre desobedecendo os pais. Inclusive, esse jeito de ser da Bliss acabando prejudicando a amizade dela com a Pash. Eu entendo que Bliss é uma adolescente buscando conhecer a si própria e achar o seu lugar no mundo, mas talvez a autora pudesse ter dado uma personalidade mais agradável à protagonista. Acho que de tanto a personagem ficar reclamando da vida, o livro ficou meio chato lá pela metade e eu parei de ler por um tempo, por isso só terminar agora começo de 2017.

E sobre o “crush” de Bliss, é fato que senti empatia por ela devido ao que aconteceu… A adolescência faz com que façamos coisas pelas quais nos arrependemos depois, e, infelizmente, não há volta. Mas depois da tempestade, vem o sol!

Quanto à narrativa, é muito breve. Os capítulos são curtos, não têm mais de quatro páginas. Por um lado, isso é bom porque a leitura é rápida, mas por outro é ruim, pois cenas como o desfecho acontecem tão veloz que não parecem verossímeis. Talvez isso aconteça porque a autora, Shauna Cross, é, na verdade, roteirista. Acho que aquilo que ela escreveu ficou muito melhor no filme baseado em Derby Girl, intitulado Whip It (Garota Fantástica) de 2009. É o primeiro filme dirigido pela Drew Berrymore e a Bliss é interpretada pela Ellen Page (a mesma atriz de “Juno” ♥). Confira o trailer abaixo:

Apesar das falhas da narrativa, ao final da leitura passei a gostar mais da Bliss, porque ela aprendeu com os erros e a ver o Roller Derby como uma forma de emponderamento feminino: uma saída dos fúteis concursos de beleza que a mãe de Bliss insistia que ela participasse. É também uma fuga desse esteriótipo de que as mulheres tem que ser perfeitas, o que é ilustrado pelo gif abaixo! hehehe

Menina_Pulando_na_Lama_Feminismo

Legenda: “’Comporte-se como uma mocinha!!’ Eu:”

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

OLIVEIRA, Bárbara. Conheça o Roller Derby, o esporte que tem conquistado as meninas. Gazeta Online. Disponível em: <http://www.gazetaonline.com.br/ _conteudo/2014/11/esportes/mais_esportes/1501474-conheca-o-roller-derby-o-esporte-que-tem-conquistado-as-meninas.html>. Acesso em 3 jan. 2017.

sábado, 31 de dezembro de 2016

Maratona Literária de Ano Novo

Olaar! Depois de mais de um ano, olha quem voltou? rs (não vou escrever textão sobre a volta dos que não foram – por enquanto).

Vamos lá! Decidi começar 2017 participando da Maratona Literária de Ano Novo do Desafio dos 100 Livros em Um Ano organizado pela Claudia Leonardi do blog Mãe Literatura (clique aqui para ver o evento no FB). Nessa Maratona, você escolhe quantos livros quer ler entre o dia 1º de janeiro até dia 8 de janeiro. Os livros escolhidos devem se encaixar em um ou mais dos seguintes temas: livro nacional; clássico; livro encalhado na estante; livro com capa bonita; livro que ganhou em 2016; livro que comprou num impulso; livro de guerra; livro que te faz rir e; crônicas.

Escolhi quatro:

  1. “Ai meu Deus, Ai meu Jesus – Crônicas de Amor e Sexo”, do Fabrício Carpinejar (livro nacional, livro encalhado na estante e crônicas);
  2. “Mas você vai sozinha?”, da Gaía Passarelli (livro com capa bonita; livro que ganhou em 2016);
  3. “Derby Girl – Whip It”, da Shauna Cross (livro que comprou num impulso)RESENHA.
  4. “Marsha Mellow e Eu”, da Maria Beaumont (livro que te faz rir – espero ??).

Bom, acho que é isso! Espero conseguir ler todos os livros!

Beijos! Um ótimo 2017 a todos! ♥

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

TAG: Outubro Rosa Literatura 2015

Bom, para finalizar as postagens do mês, não poderia deixar de publicar uma foto em homenagem ao Outubro Rosa. Segundo o site Outubro Rosa, “o nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades.”. Vocês podem ler sobre toda a história do movimento no site.

Como esse é um movimento que vem crescendo mais e mais a cada ano, uma participando do grupo Desafio dos 100 Livros em Um Ano do Blog da Clauo, a Thais Vitale, criou a tag #outubrorosaliteratura. Nessa tag, as pessoas tiram fotos dos livros em tons de rosa que têm em suas estantes e postam em suas redes sociais, já que essa é uma forma de colocar o rosa em evidência nesse mês e fazer com que as pessoas se previnam.

Eis então a minha pilha de livros em tons de rosa:

 

De baixo para cima, os livros:

  1. “Casório”, Marian Keyes. SkoobComprar NovoComprar Novo ou Usado.
  2. “Como ser Mulher – Um Divertido Manifesto Feminino”, Caitlin Moran. SkoobComprar NovoComprar Novo ou Usado.
  3. “Confissões On-line – Bastidores da Minha Vida Real”, Iris Figueiredo. SkoobComprar NovoComprar Novo ou Usado.
  4. “Quando uma Garota Entra em um Bar”, Helena S. Paige. SkoobComprar NovoComprar Novo ou Usado.
  5. “A Caminho do Verão”, Sarah Dessen. SkoobComprar NovoComprar Novo ou Usado.
  6. “Dividindo Mel”, Iris Figueiredo. SkoobComprar NovoComprar Novo ou Usado.
  7. “Linhas”, Sophie Bennett. SkoobComprar Novo.
  8. “Poemas de Amor”, William Shakespeare. SkoobComprar NovoComprar Novo ou Usado.
  9. “Poemas de Amor”, García Lorca. SkoobComprar NovoComprar Novo ou Usado.
  10. “Ame o que é seu”, Emily Giffin. SkoobComprar NovoComprar Novo ou Usado.

Se você já leu algum desses livros, deixe um comentário contando o que achou da leitura! :) Além do #outubrorosaliteratura, também gostaria de mencionar que várias cidades do mundo aderiam ao movimento do Outubro Rosa e, por exemplo, em São Paulo, muitos monumentos da capital ficam iluminados em tons de rosa nesse mês, como o Viaduto do Chá:

Fonte: Guia da Semana.

Até os mostradores dos relógios de rua estão em tons de rosa! Veja um exemplo na Av. Paulista:

Fonte: G1.

Acredito que vocês já perceberam o quão importante é esse movimento. E aí, já fizeram o autoexame? A Jout Jout fez um vídeo sobre o Outubro Rosa, confira:

Sabia que não é para apalpar seus seios hoje e depois só em outubro de 2016, né? O autoexame tem que ser feito todos os meses! É muito importante se conhecer! Se você não estiver fazendo o exame com tanta frequência, mude esse hábito!

Compartilhe informações sobre a prevenção câncer de mama em suas redes sociais. Quanto mais pessoas estiverem informadas, será melhor para todos! Ah, e se você tem um blog de livros, te convido a também fazer um post ou apenas postar uma foto do #outubrorosaliteratura.

xoxox,

Mari

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Book Haul: Agosto/2015

Olaaar! Como vocês estão?

Bom, finalmente eu vou mostrar os livros de Agosto! “Mas nossa, Mariana? Só vai ter post Book Haul esse mês?” SIM! hahahaha Brincadeira! Sexta-feira teremos um vídeo abordando outro assunto, okay? Então se você não curte Book Haul, fique ligado no próximo post!

“Q&A a Day: 5-Year Journal” – Poter Style

IMG_20151027_155729

SkoobLivraria CulturaAmazon.com

Ps.: Lembrando que existem outros modelos: para casais, para mães, para crianças, para adolescentes, para quem está na faculdade, para quem é criativo e para quem quer elaborar as próprias perguntar e respondê-las. São váááários tipos! Se for comprar, escolha aquele (ou aqueles) que mais se adequarem a você! :)

“O Continente” (Volume I) – Erico Verissimo

IMG_20151027_155417

SkoobComprar NovoComprar UsadoComprar os dois volumes juntos

“O Continente” (Volume II) – Erico Verissimo

IMG_20151027_155437

SkoobComprar NovoComprar UsadoComprar os dois volumes juntos

“Iaiá Garcia” – Machado de Assis

IMG_20151027_155702

SkoobComprar NovoComprar Usado

“Esaú e Jacó” – Machado de Assis

IMG_20151027_155626

SkoobComprar NovoComprar Usado

 

“As Ondas” – Virginia Woolf

IMG_20151027_155545

SkoobComprar NovoComprar Usado

“Samantha Sweet: Executiva do Lar” – Sophie Kinsella

IMG_20151027_155515

SkoobComprar NovoComprar Usado

“Os Miseráveis” – Victor Hugo

IMG_20151027_155758

SkoobComprar NovoComprar Usado

Bom, esses foram os livros de agosto. Já leu algum deles? Se sim, me conta o que achou nos comentários! *-*

xoxox,

Mari

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Book Haul: Julho/2015 – Especial Fundap e Espaço Eco-Cultural Casa Jaya

Oie oie, gente!

Fiz mais um vídeo mostrando os livros de julho! Foram só 3 e nenhum foi compra (os Compradores de Livros Compulsivos agradecem, hahahaha). Olha, dessa vez a chance de vocês assistirem ao vídeo é maior, já que o vídeo tem menos de 7 minutos :P

Os dois primeiros, “Ampliação das Redes de Ensino Fundamental nos Municípios Paulistas: Referências, Dados e Questões da Política Pública de Educação” e “Caminhos para a Desinstitucionalização no Estado de São Paulo: Censo Psicossocial 2014” foram revisados por mim durante o período em que fui estagiária da área de revisão de textos na Fundap – Fundação do Desenvolvimento Administrativo.

IMG_20151015_153925431_thumb1

SkoobE-book gratuito

IMG_20151015_153930525_thumb1

SkoobE-book gratuito

O terceiro livro é “Os Litigantes”, do John Grisham. Bom, a história de como esse livro chegou até mim é um pouco engraçada (e um pouco constrangedora, pois me sinto em débito). Para saber o porquê, assistam o vídeo! hahaha

IMG_20151015_154536_thumb1

SkoobComprar NovoCompra Usado ou Novo

Também teve uma outra coisa que eu peguei no Espaço Eco-Cultural Casa Jaya, mas eu só vou poder mostrar em junho/2016 (ou assim que o segredo for revelado – “Que, Mariana? Tá doida?” Pra entender isso, ASSISTA O VÍDEO! :P!

~foto misteriosa que será postada em junho/2016 ou antes, vamos ver, rs~

Bom, gente, esses foram os livros (e outras coisas) de julho! Vocês provavelmente não leram nenhum livro da Fundap que eu revisei, porque né… não são livros muito comerciais e nem são livros de literatura. Mas aposto que algum de vocês já leu livros do John Grisham, pois tem muitos livros dele publicado no Brasil, né? O que vocês acharam? Diga aqui nos comentários. Ahhh!!! E para quem sabe sobre o item misterioso, comente apenas “já li a série do item misterioso” ou “você-sabe-aquilo é muito legal, você já deveria ter lido, Mariana!”. HAHAHAHA (que final de post louco, sem or!!!)

xoxox,

Mari